Mostrando postagens com marcador ovo. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador ovo. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

maionese


ela é espessa, cremosa, rica e vai perfeitamente bem com pão, bagels, batatas, legumes, frango, carnes grelhadas, sanduiches e tudo mais ... fica ao gosto do freguês.
mas o tipo de maionese sobre a qual estou falando não é aquela que se pode pegar na prateleira do mercado ... é o tipo que se faz em casa e que é muito mais saudável do que a da loja.
a partir desta receita de maionese que estou postando hoje - muito fácil de fazer - é possível personalizar para atender ao gosto de todos.

há um certo conflito quando se trata da história da maionese.
onde se originou??? frança ou espanha???
uma história sugere que a primeiro mistura de gema de ovo, óleo e tempero foi batida em 1756 para comemorar a captura francesa de mahon, uma cidade na ilha espanhola de menorca. muitos escritores de alimentos refutam essa teoria. outros sugerem que a maionese foi inventada por espanhóis, na espanha.
o que é possível dizer, com certeza, é que a maionese rapidamente apareceu em muitos livros de receitas e foi imediatamente atribuída à culinária francesa.
e assim, ela transcendeu os limites dos dois países, e seguiu abrindo caminho para a américa, em 1838, quando os chefes franceses migraram para os usa.

vamos usar 1 ovo, 200 ml de azeite/óleo, 1 colher/café rasa de sal ... todos os ingredientes devem estar em temperatura ambiente ... ovo gelado dá erro ... e não digam que eu não avisei!!! tenho a prova aqui, por escrito ... certo???

coloque 1 ovo, azeite/óleo e o sal - nesta ordem - no liquidificador ou, se for utilizar o mixer, coloque no mesmo pote onde a maionese vai ser armazenada.
então, relembrando: primeiro o ovo, depois o azeite/óleo e, em seguida, o sal. bata, e quando ficar branca, suba o mixer, lentamente, e desligue. isso ocorre em questão de segundos!!!
se estiver usando liquidificador, preste atenção para não bater demais ou a maionese pode quebrar/desandar. excesso não é recomendado.
o creme ficou branco??? desliga!!!

se quiser, antes de bater, junto com o ovo, óleo e sal, acrescente alguns ou apenas um destes ingredientes: 1 colher/sopa de mostarda da melhor qualidade, gotinhas de limão, pimenta do reino, 1 dente de alho, um punhadinho de salsinha. eu só coloco sal ... mas fica ao seu gosto.

abracadabra et, voilà!!!

domingo, 16 de agosto de 2015

farofa de abobrinha e ovo mexido

ingredientes:
250 g de farinha de milho amarela
5 ovos mexidos
2 abobrinhas médias picadas em cubos
2 colheres/sopa de polpa de tomate 1 sachê de caldo de galinha
2 sachês de caldo de legumes
2 colheres/sobremesa do meu tempero - receita aqui!!!
algumas pimentas dedo-de-moça sem semente, e cortadas em meias rodelas - opcional
sal a gosto
cebolinha verde picada
óleo e margarina

preparando:
numa vasilha umedeça a farinha com 1 1/2 xícara/chá de água, esfarele bem, misture. reserve.
faça os ovos mexidos: refogue 1 colher/sobremesa do tempero pronto em óleo, margarina e um sachê de caldo de galinha, acrescente os ovos, remexa. reserve numa vasilha.
usando a mesma panela refogue a abobrinha no azeite de oliva até ficar sequinha, acrescente 1 colher/sopa do meu tempero, junto com os sachês de caldo de legumes, a polpa de tomate, e deixe apurar o molhinho, sem que a abobrinha amoleçam - ela deve ficar al dente.
acrescente a farinha umedecida. misture bem.
junte a pimenta picada. misture.
apague o fogo, e acrescente os ovos remexidos e a cebolinha.
acerte o sal.

abracadabra et, voilà!!!

domingo, 6 de abril de 2014

enchilada/empilhada de ovos mexidos e peito de frango desfiado

ingredientes:
1 peito de frango, cozido e desfiado
1 cebola picada
1 cebola, cortada em tiras bem finas
1 pimentão verde ou vermelho cortado em tiras
10 ovos
óleo de boa qualidade
azeite de oliva
manteiga
1 lata de milho verde sem a água - faço assim: cozinho o milho na sua própria água, com um pouco de manteiga e azeite de oliva, pra dar um gostinho, até que seque
3 xícaras de molho branco preparado com amido de milho, leite, creme de leite, sal, pimenta do reino - ou o preparo da sua preferência
sal, a gosto
pimenta preta moída na hora, a gosto
fatias de muçarela ou muçarela ralada, a gosto, pra finalizar o prato
pães sírios, rap 10, ou equivalente, cortados em triângulos, ou rasgados em pedaços de 5/6 centímetros

preparando:
pré-aqueça o forno em temperatura alta.

em uma panela, em fogo médio, refogue o peito de frango, já cozido e desfiado, com a cebola picada, e tempere a gosto.
retire da panela e reserve em uma tigela separada.

na mesma panela, com o fogo forte, adicione e refogue a cebola cortada em tiras, coloque sal, pimenta, mexendo sempre, deixando que a cebola caramelize.
adicione os pimentões e continue mexendo, até que os pimentões comecem a amolecer ... 'al dente' ... sem derreter!!! ... isso leva uns 3 minutos.
rapidamente, acrescente o milho verde sem a água, mexa, misture tudo, retire da panela, e coloque numa tigela separada.

bata, ligeiramente, os ovos.
volte à panela, coloque-a em fogo médio, adicione uma colher de chá de manteiga, e um fio de azeite de oliva, deixe derreter e adicione os ovos.
delicadamente, misture os ovos, coloque o sal, a pimenta, mexa devagar, e deixe que eles cozinhem, lentamente, o que deve levar apenas alguns minutos.
os ovos devem se unir, mas precisam permanecer úmidos. retire do fogo.

num refratário, despeje uma parte do molho branco, coloque uma camada de pão sírio ou rap 10 em cima do molho, uma camada do frango sobre o pão, em seguida, metade dos ovos sobre o frango, e cubra com as cebolas/pimentão/milho ... siga assim, fazendo camadas, quantas der e, por fim, a muçarela.

asse, para gratinar, até que molho e queijo estejam borbulhando.

deixe descansar por 5/10 minutos, e sirva.

seja que receita for, tenha sempre em mente que, afinal, de homem/mulher e forno, cada um sabe do seu.

use a imaginação!!! invente!!! exagere!!! divirta-se!!!

abracadabra et, voilà!!!

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

fritada de batatas com ovos

ingredientes:
5 batatas cortadas em rodelas
5 ovos
200 g de muçarela ralada
1 colher do meu tempero - receita aqui!!!
ervas frescas picadinhas - à sua escolha: manjericão, coentro, salsinha, ...
200 g de creme de leite - 1 caixinha
sal a gosto
1 colher - sopa - de margarina derretida
óleo de girassol
preparando:
corte as batatas em rodelas nem finas, nem grossas.
espalhe-as numa frigideira alta, coloque sal, regue com um pouco de óleo, coloque um fundo de água, tampe a frigideira e deixe as batatas cozinharem em fogo médio, até que seque a água e elas deem um fritadinha de leve - não mexa.

enquanto as batatas cozinham, e dourem levemente por baixo, quebre os ovos numa travessa, e bata até criar uma espuminha. acrescente a colher do meu tempero, misture as ervas picadinhas, a muçarela ralada, o creme de leite, a margarina derretida, acerte o sal. misture tudo muito bem.

assim que as rodelas de batatas estiverem do agrado, ou seja, cozidas e levemente douradas embaixo, despeje a mistura de ovos sobre elas, tampe a frigideira, sempre vigiando.

assim que o ovo endurecer na superfície incorpore a/o malabarista escondido em você e, com a ajuda de um prato grande ou de uma tampa de panela, também grande, tente virar a fritada, pra que o lado de cima fique embaixo, e possa ter a chance de dourar levemente ... feito isto ... bom apetite!!!

cozinhar é isto ... uma cena de alegria ... um grande barato!!!

use a imaginação!!! exagere!!! divirta-se!!!

abracadabra et, voilà!!!

requeri/regina claudia

sábado, 23 de junho de 2012

bolo de 1 ovo

a presença de guloseimas em festas tem origem, provavelmente, nas festanças dos deuses na grécia antiga.
o bolo de aniversário, por exemplo, contam por aí, apareceu graças à deusa da fertilidade, artemis. uma mistura de pão com mel, em formato de lua, era levada a ela pelos fiéis, em éfeso, uma antiga colônia grega, onde hoje é a turquia.
outra história diz que o bolo de aniversário teve origem na alemanha medieval. era costume preparar uma massa de pão doce no formato do menino jesus no natal. mais tarde, o costume foi adaptado para as festas de todas as crianças.

a receita deste bolo simples e fácil de preparar, com apenas um ovo, resulta numa delícia muito fofa, pode ser utilizada em bolos de aniversário, e se presta a ser considerada econômica ou salvadora da lavoura, dependendo do ponto de vista.
quem nunca sentiu vontade de fazer um bolo, abriu a geladeira, e não encontrou ovos???

como uma coisa puxa a outra, eu pergunto: existe doce delícia melhor do que o brigadeiro, uma invenção autenticamente brasileira???
o brigadeiro combina com tudo, a qualquer hora, e é conhecido fora do brasil, como a trufa brasileira.
chamado de negrinho – conhecido assim, até hoje, lá pelos pampas gauchescos – diz a lenda que foi inventado depois da segunda guerra mundial - 1939/1945.
por que brigadeiro??? faltava-lhe um nome, então, quem esteve lá, conta que ele foi batizado assim, durante a campanha eleitoral do brigadeiro eduardo gomes.
o slogan era ... vote no brigadeiro, que é bonito e é solteiro!!!

receita original do brigadeiro:
1 lata de leite condensado
1 colher de sopa de manteiga
4 colheres de sopa rasas de chocolate em pó
2 gemas - gemas, sim!!! o brigadeiro original era feito com ovos

conheça, aqui, a história e a etimologia do brigadeiro


ingredientes do bolo:
1 ovo
7 colheres - sopa - de açúcar
2 colheres - sopa - de manteiga - use manteiga, de preferência, porque o sabor fica especial
11 colheres - sopa - de farinha de trigo
1 copo de leite
5 colheres - sopa - de achocolatado - pode usar chocolate em pó, mas o achocolatado deixa mais fofinho
1 colher - café - de sal
1 colher - sopa - de fermento químico em pó

preparando:
untar com óleo ou manteiga, e enfarinhar com farinha de rosca, uma forma de buraco no meio.
aquecer o forno a 180 graus.
bater no liquidificador, todos os ingredientes, menos o fermento. depois de bem batido e misturado acrescentar o fermento, bater mais um pouco, e despejar na forma untada.
levar ao forno pré-aquecido, por aproximadamente 40 minutos, ou até dourar - já sabe: forno e marido/mulher cada um sabe do seu.


ao retirar do forno, espere um pouco, desenforme, e cubra com uma receita de brigadeiro mole e, se quiser, enfeite com confeitos coloridos ou de chocolate.

dica da dona do blogg: proceda normalmente conforme a receita de brigadeiro que você conhece, mas eu faço um brigadeiro, mole ou pra enrolar, com uma lata de leite condensado, e duas medidas da própria lata, de leite de vaca preparado com leite em pó. esta proporção faz com que o brigadeiro dure muito mais, sem perder a consistência original, não açucara nem endurece, e o leite em pó deixa mais macio.

abracadabra et, voilà!!!
requeri/regina claudia