Mostrando postagens com marcador parmesão. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador parmesão. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 14 de março de 2017

minestrone


em italiano, o sufixo one denota "grande" .. então culo/fundo se torna culone, um grande fundo ... naso/nariz torna-se nasone, um grande nariz e minestra/sopa ... claro!!! torna-se minestrone, uma grande sopa ... simples assim!!!
o minestrone é um banquete itinerante da itália que varia de uma região para a próxima ... porém, há uma constante: ele é um harmonioso coro de legumes, lentamente cozidos em fogo baixo ...
em nenhum lugar do mundo existe uma combinação de elementos mais aparente ou evidente do que no minestrone, cujas muitas versões são quase tão úteis quanto um mapa ou calendário ...
a receita abaixo é um modelo da primavera em roma, e uma grande sopa borbulha na panela ... é uma coisa boa, especialmente quando apreciada com um copo de vinho tinto ...

esta sopa grossa de vegetais e macarrão ou arroz pré-cozido, que no primeiro dia serve 8 é feita com:
2 cebolas vermelhas
2 cenouras
2 talos de aipo
40 g de manteiga ou pancetta
4 colheres de sopa de azeite extra virgem
sal
200 g de batatas, descascadas e cortadas
300 g outros vegetais: erva doce / ervilhas / nabo / coração de alcachofra/alho-poró/abóbora
200 g repolho de savoy/crespo ou couve
120 g de tomates frescos ou em conserva pelados
um bom pedaço de parmesão na casca ... a sobra do que foi ralado
400 g feijão branco cozido
150 g de massa curta ou arroz
2 colheres de sopa de parmesão ralado

no segundo dia serve 4, e basta acrescentar:
4 fatias de torrada
azeite extra virgem
2 colheres de sopa de parmesão ralado

preparando:
descasque e corte a cebola, a cenoura eo aipo. em uma panela grande e pesada, em fogo médio-baixo, frite delicadamente no azeite e manteiga/ou pancetta com uma pitada de sal, mexendo de vez em quando por cerca de 8 minutos ou até ficar macia e perfumada.

enquanto isso, descasque e corte as batatas, adicione-as à panela, mexa e cozinhe por 5 minutos. Pique os outros vegetais, pique o repolho/couve, adicione todos estes à panela e cozinhe por mais 5 minutos. adicione os tomates frescos ou pelados - resista ao desejo de colocar mais de meia lata - e a casca de parmesão, misture, adicione 2 litros de água, cubra e deixe cozinhar suavemente por 1½ h.

adicione os feijões. mexa e cozinhe por mais 30 minutos. se você notar que o minestrone está ficando demasiado grosso ou seco adicione um pouco mais de água fervente. uma vez cozido, pesque e retire a casca do parmesão, e tempere tudo com pimenta e acerte o sal.

servir, de duas maneiras: no primeiro dia, sirva metade da sopa com alguma massa curta ou arroz cozido separadamente al dente e talvez um montinho de parmesão ralado; no segundo dia, sirva com torradas ziguezagueadas com azeite e polvilhadas com o parmesão ralado.

a receita é de rachel roddy, uma escritora de comida baseada em roma, e este minestrone é autêntico, real, verdadeiro - fonte: the guardian/28 de fevereiro de 2017.

sábado, 30 de maio de 2015

arroz de forno, cremoso e gostoso

ingredientes:
2 cenouras cortadas em cubinhos
um punhado de vagem macarrão cortada em cubinhos
1 xícara de arroz
1 sache de caldo de picanha
140/150 g de chester fatiado cortado em quadradinhos
150 g de muçarela
4 colheres/sopa cheias de queijo parmesão ralado
3 ovos inteiros
1/2 xícara/chá de molho de tomate
1 copo de iogurte natural
1 caixa de creme de leite

preparando:
cozinhe a cenoura e a vagem, em água temperada com o sache de caldo de picanha. reserve a água.
com a água, cozinhe o arroz, acertando o sal.
numa vasilha misture o arroz, a vagem e a cenoura, o chester. misture bem, e deixe esfriar.
acrescente os outros ingredientes, misturando cada um aos que já foram acrescentados.
leve ao forno - médio/alto - pra encorpar e gratinar.

sábado, 7 de setembro de 2013

penne gratinado

prato delicioso, massa com creme ...

ingredientes:
500 gramas de macarrão penne
250 g de queijo gruyère, cortado em cubos
250 g de muçarela ralada
250 g de gorgonzola esfarelado
250 gramas de bacon, cortado em cubinhos
1/2 pimentão vermelho, cortado em cubos
1/2 pimentão verde, cortado em cubos
50g de queijo parmesão ralado
2 colheres - sopa - de azeite de oliva
1 lata de creme de leite

preparando:
em uma panela cozinhe a massa ao dente, escorra bem, coloque num refratário, envolva/misture com o azeite de oliva e o queijo parmesão. reserve.

doure o bacon, escorra em papel absorvente e despreze a gordura da panela.
na mesma panela salteie os cubos de pimentão.

misture o queijo gruyère, a muçarela, o gorgonzola, o creme de leite, o bacon, os cubos de pimentão.

despeje a mistura sobre o macarrão e leve ao forno a 200ºc, por 30 minutos até que o queijo derreta e forma leve crosta.

divirta-se!!! porque cozinhar ... é o maior barato!!!

abracadabra et, voilà!!!

requeri/regina claudia

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

bolo de rigatoni ... rigatoni na vertical

ingredientes:
500 g de macarrão rigatoni
1/2 kg de carne moída - peito de frango moído, sobrecoxa moída ou linguiça de frango sem a pele, ou a carne moída da sua preferência
400 g de tomate sem pele e sem sementes cortados em cubos
1 cebola grande
óleo
sal
pimenta do reino moída na hora
ervas frescas ou secas
canela
ketchup
azeite de oliva ou óleo de girassol
uma boa quantidade de muçarela ralada, e de queijo parmesão ralado - pode ser 350 g de cada

preparando: cozinhe o rigatoni, ao dente, regue com um pouco de azeite ou óleo de girassol, e misture com um pouco do queijo parmesão e da muçarela.
unte um refretário médio - 28 cm - com azeite ou óleo.
coloque a massa cozida na vertical, um ao lado do outro, em toda a sua superfície.

em uma panela refogue a cebola e acrescente a carne picada, tempere com uma colher de sopa de ketchup, ervas do seu gosto - manjericão, coentro, orégano, etc - e cozinhe até secar a água, acrescente os tomates, acerte o sal e deixe apurar.
despeje o molho, cuidadosamente, sobre a massa, ajeitando entre os furinhos do rigatoni, e cubra com bastante queijo ralado - muçarela e parmesão. asse até dourar.

dica do blogg: o molho pode ser o do seu jeito, com outra carne, com legumes, molho branco, com creme de leite, tudo misturado, ...

use a imaginação!!! invente!!! exagere!!! divirta-se!!!

abracadabra et, voilà!!!

requeri/regina claudia

sábado, 10 de março de 2012

espaguete com molho branco e abóbora/moranga

ingredientes:
1/2 abóbora/moranga - 1,150kg, aproximadamente
400g de creme de leite - 2 caixinhas
1 pote de iogurte natural desnatado
2 copos de leite
2 colheres - sopa - de amido de milho
1 pacote de espaguete - 500g
5 dentes de alho, grandes, amassados - opcional
2 saches de caldo de legumes
sal a gosto
azeite de oliva
salsinha picada
queijo parmesão ralado e/ou gorgonzola esfarelado

preparando:
enquanto prepara o molho, cozinhe o macarrão.
limpe, descasque, corte a abóbora/moranga em cubos.
leve pra panela, coloque água sem cobrir todos os pedaços, acrescente os saches de caldo, azeite a seu gosto, e deixe cozinhar e reduzir a água.
quando estiver cozida e a água tiver quase secado, acrescente mais azeite e o alho, e refogue.
à parte misture o leite ao amido de milho, e despeje sobre a abóbora. deixe engrossar. acrescente o creme de leite, e misture bem. apague o fogo e coloque o iogurte. misture, e tempere o macarrão.
salpique com salsinha, queijo parmesão ralado/gorgonzola esfarelado.

abracadabra et, voilà!!!
requeri/regina claudia

domingo, 16 de outubro de 2011

fatias de pão italiano, tostadas, com queijo

uma viagem até o interior da frança, e que não tinha intenções gastronômicas, transformou-se numa aula da mais rica gastronomia culinária.
jamais deixei de pensar no assunto, e arrumei um jeito de dividir as descobertas que fiz, o meu assadeira.

na frança, pão - que pão!!! - e queijo de boa qualidade, no forno ou não, com ou sem jambon - presunto - não tem erro.
a fome apertou? ali é o refúgio.
essa combinação tem nome, croque-monsieur, e existe há mais de um século. o nome vira croque-madame, se ganhar um ovo frito.
queijo, na frança, é covardia, e o croque-monsieur, com queijo nativo, é dupla covardia.
a receita conhecida leva queijo ralado sobre pão, presunto e uma mistura de ovos com creme de leite, vai ao forno quente e ninguém morre de fome. vem cá pra conhecer uma receita que eu criei, a partir desse modelo, e também pra saber sobre a origem do croque-monsieur, e de seu companheiro, o croque-madame, e outras histórias.

a receita de hoje é um pouco daquilo. experimente.
ingredientes:
8 fatias grandes de pão italiano - use o filão, suas fatias se acomodam melhor na assadeira
1 1/2 copos de vinho branco seco
500g de queijo gruyère ralado - pode ser usado o parmesão ralado, o gorgonzola ou roquefort esfarelado, muçarela ralada, ou outro de sua preferência
3 ovos
1 caixinha de creme de leite
sal, orégano e pimenta do reino, a gosto
1 xícara - chá - de azeitonas verdes picadas
manteiga ou margarina

preparando:
pré-aquecer o forno em temperatura quente - acima de 200 graus.
derreter a manteiga ou a margarina numa frigideira, e tostar, levemente, as fatias de pão.
coloque-as, lado a lado, numa assadeira revestida com papel manteiga, regue com 1/2 copo de vinho. reserve.
misturar os outros ingredientes - queijo, ovos, creme de leite, pimenta, orégano, azeitonas picadas - e espalhar sobre as fatias de pão.
assar durante 10 minutos em forno pré-aquecido.
enfeite com as folhas de manjericão e com as nozes moídas.

servir no lanche com salada de alface, escarola, rúcula, tomate, cubos de presunto de peru.

enfim, eu dou a idéia, você faz do seu jeito.

abracadabra et, voilà!!!
requeri/regina claudia

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

creme de queijos, nozes e manjericão


a receita de hoje alcança uma delícia italiana, o queijo pecorino produzido, no brasil, pela casa da ovelha [entre no site, aqui] de bento gonçalves/rs. a casa da ovelha possui pontos de vendas em quase todos os estados brasileiros. [pontos de venda, aqui]
conheça a história da casa da ovelha no brasil.

pecora é o termo italiano para ovelha, e pecorino é o nome genérico dado a todos os queijos que usam o leite de ovelha como matéria prima.
na itália, ele adquire características específicas dependendo da região de origem, ou da forma como é produzido: tipo e misturas do leite utilizado na fabricação; tamanho dos grânulos; tempo de maturação.
o pecorino é um queijo muito semelhante ao parmesão, porém, mais suave, e muito fácil de ser conservado. à medida que fica mais curado, mais próprio pra ralar ele se torna.

este delicioso molho pode ser preparado de várias formas, e com diferentes ingredientes.
além das massas, que será o caso da receita de hj no blogg, ele tempera salada e batata cozida, peixe cozido ou assado e legumes, ...
escolher os ingredientes é fundamental. um azeite de oliva de ótima qualidade, queijos especiais, ervas muito frescas.

ingredientes:
2 fartos punhados de folhas de manjericão, lavadas e secas
200g de ricota
azeite de oliva extra-virgem
12 nozes
4 colheres de sopa - cheias - de queijo parmesão ralado
4 colheres de sopa - cheias - de queijo pecorino ralado - queijo pecorino é o queijo de origem italiana feito a partir do leite de ovelha. caso não encontre para comprar, dobre a quantidade de queijo parmesão
20 tomates cereja cortados ao meio, e levemente temperados com sal e um fio de azeite extra virgem
500g de qualquer massa curta ou longa da sua preferência

preparando:
coloque todos os ingredientes - menos os tomates cereja - para esfriar na geladeira, incluindo as lâminas do liquidificador ou do mixer. precisamos garantir que o manjericão vai permanecer verde e fresco.
triture as folhas de manjericão e as nozes, juntamente com um cubo de gelo.
acerte o sal, se achar necessário. lembre-se que estamos utilizando queijos salgados.
bata, adicionando o azeite extra virgem em fio. acrescente os queijos, parmesão e pecorino. deixe formar uma pasta e homogênea.
quando tudo estiver agregado e envolvido, acrescente a ricota, e continue a bater.
cozinhe o macarrão al dente, tempere com o creme, e polvilhe com o queijo que preferir, ricota esfarelada, pécora ou parmesão ralados, e enfeite com os tomates cereja cortados ao meio e temperados.

é isso.

requeri/regina claudia