segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

rabanadas de panetone

ingredientes do molho:
2 gemas
1/2 xícara/chá de açúcar
2 colheres/sopa de amido de milho
2 xícaras/chá de leite
1 caixinha de creme de leite
2 colheres/chá de essência de baunilha, que podem ser substituídas por raspas de laranja ou limão

preparando:
molho:
misture bem, as gemas, o leite, o açúcar, o amido de milho, e leve ao fogo baixo, mexendo sempre, até engrossar.
acrescente o creme de leite, a essência de baunilha ou as raspas de laranja/limão, e misture.

retire do fogo, deixe amornar, cubra com filme plástico colado ao creme, e leve à geladeira pra esfriar até o momento de servir - o filme plástico evita que crie uma película sobre o creme.

ingredientes da calda:
1 xícara/chá de açúcar mascavo
1 xícara/chá de água
2 colheres/sopa de creme de leite
1/2 colher/chá de canela em pó

preparando:
calda:
misture a xícara de água e o açúcar mascavo em uma panela média.
leve para ferver em fogo alto, mexendo até dissolver o açúcar.
abaixe o fogo e ferva até que a calda reduza para 1 xícara/10 minutos.
retire do fogo e misture o creme de leite e a canela.

a calda vai ser servida quente, mas pode ser feita um dia antes. cubra e leve à geladeira. reaqueça antes de servir.

ingredientes das rabanadas:
500 g de panetone da sua preferência, inclusive o integral
4 ovos
1/2 xícara/chá de leite
1/2 caixinha de creme de leite/100 g
1/4 de xícara/chá de farinha de aveia - ou em outro formato da sua preferência, ou que esteja disponível
1 colher/sopa de manteiga

preparando:
rabanadas:
corte 8 pedaços do panetone, com espessura de 2 cm cada um, como preferir: no sentido da largura, fatias redondas, ou no sentido da altura. reserve.

em uma tigela misture os ovos, o leite e a farinha. reserve.

unte uma frigideira grande, antiaderente, com a manteiga, e aqueça em fogo médio.
passe as fatias de panetone na mistura de ovos e frite-as na antiaderente untada até dourar dos dois lados, e acomode numa travessa. reserve.

a cada leva de fatias ou assim que as fatias de panetone começarem a pegar no fundo, unte a frigideira com mais manteiga.

sirva as rabanadas mornas com o molho frio, com sorvete, com a calda quente, com creme de leite, com geleia de frutas, com frutas frescas, com mascarpone, com um fio de glucose de milho, com doce de banana, ... individualmente.

use a imaginação!!! invente!!! exagere!!! divirta-se!!!

abracadabra et, voilà!!!

domingo, 22 de dezembro de 2013

pão individual - no microondas

esta é a receita do pão dunkan, que é elemento de um método de emagrecimento, o método dunkan, pelo qual o mundo - menos eu!!! - ficou fascinado, mais ainda as mulheres, e mais e mais ainda, depois que a duquesa de cambridge contou que havia utilizado, com sucesso.
experimentei fazer o pão, e adorei!!!
é rápido, é prático - mormente se você abrir o seu guardador de pães, e verificar que está vazio - é saudável e é gostoso.

o pão pode ser feito doce, direto na frigideira como uma panqueca, ... e o tempo no microondas vai depender de cada forno ... mas, como tudo que se prepara no microondas, não pode passar do tempo, sendo assim, fica duro.
como ele é à base de ovo, e leva pouca farinha, não vai ser um pão ... pão, mas quebra o maior galho e nos tira da rotina ... enfim, pensando bem, ele é um pão fantasiado de omelete, ou um omelete com jeito de pão ... escolhe você!!!
vamos à receita!!!

ingredientes:
1 ovo - pode ser apenas a clara, mas não é necessário, essa coisa de desprezar a gema, não me agrada
1 colher/sopa de farelo de aveia - pode trocar por outra farinha: centeio, trigo integral, aveia em flocos, finos ou não, uma mistura de aveia com linhaça dourada ... experimente!!! tente!!! invente!!!
1 colher/sopa de iogurte desnatado
ou
1 colher/sopa de água - é o que eu uso
1 colher/café de fermento químico em pó/pra bolo
se quiser pode adicionar ervas secas ou sementes

preparando:
junte tudo e bata, muito bem, com o mixer, juntando 2 garfos, ou com o fouet.
coloque em uma travessa pequena - dependendo do tamanho ele fica fininho - untada e farinhada.
leve ao microondas, na potência alta, por cerca de 2 minutos - lembre-se!!! cada forno tem uma potência.
depois de pronto dourar na frigideira, com um pouco de margarina ou azeite ... isto fica por conta do freguês!!!

comme d'habitude ... experimente!!! tente!!! invente!!!

sábado, 2 de novembro de 2013

ensopado de frango com inhame

tenho especial fetiche por este prato inventado com variabilidade de condimentos e especiarias ... nada complicado, intenso, estimulante, delicioso!!! e hoje tô a fim de sustância!!!
esta comidinha foi uma descoberta desprevenida e realmente especial, que eu tenho aperfeiçoado, vez em quando.

para alimentar e encantar, para além da arte culinária, da habilidade com a colher de pau é necessário inventar, aquecer, ... 'fazer tu perceber, que sem eu aí não tem, ninguém pra te aquecer'.

quem não conhece o inhame???

voilà!!! seus benefícios são inúmeros, mas o povo consome sem saber o bem que ele faz!!!
até no café-da-manhã ele merece consideração como um carboidrato do bem, e muito apropriado pra ser adicionado à dieta.

o inhame tem como função levar água e nutrientes para a planta, sendo assim, é fácil deduzir que ele é rico em muitos nutrientes:
carboidratos, cálcio, ferro, fósforo, vitaminas do complexo b, ... portanto, ele é extremamente recomendado, inclusive, pras pessoas que desejam emagrecer.
o inhame é um carboidrato do bem!!!
pode ser ingerido de várias formas, inclusive, como suco ...
por ora, vou ensinar um ensopado que é habitual aqui no lar: o ensopado de frango com inhame e repolho [opcional].

ingredientes:
6 sobrecoxas de frango, sem o osso, cortadas ao meio
1 colher de sopa do meu tempero - receita aqui!!! -
coentro - opcional
5 inhames cortados em rodelas
1 xícara/chá de molho de tomate
coloque as especiarias que tiver/gostar/quiser: cominho, pimenta do reino, canela, açafrão, curry, pimenta calabresa, orégano, estragão, coentro, alecrim, páprica picante ou não, ... o lance é inventar sabor!!!
quanto mais sabores, melhor!!!
1 sachê de sazon nordeste ... é especial
1 sache de caldo de bacon
1/2 repolho cortado em tiras - opcional

preparando:
retire a casca do inhame raspando com uma faca ... a casca é fininha e sairá com facilidade. aí está o segredo pra manter o máximo de nutrientes.
na panela coloque o frango, o inhame, o coentro, todas as especiarias, o caldo de carne, o sazon, acrescente água cobrindo todo mundo. deixe cozinhando por 20/25 minutos.

retire do fogo e, se frango e inhame estiverem macios, coloque o repolho, água fervente, se necessário, e deixe cozinhar até o repolho ficar molinho. mexa cuidando pra não deixar colar no fundo.
sirva acompanhado de arroz e/ou salada.

abracadabra et, voilà!!!

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

bolo de laranja sem leite

ingredientes da massa:
4 ovos
1 xícara/chá de óleo - eu uso óleo de girassol
1/2 laranja/pera com casca
1/2 laranja/pera sem casca
2 xícaras/chá de açúcar demerara ou cristal
2 xícaras/chá de farinha de trigo ou de arroz
também fica bom, se substituir 1 xícara de farinha de trigo ou arroz, por 1 xícara de farinha de aveia
1 colher de sopa de fermento em pó

ingredientes da cobertura:
suco de 3 laranjas pera
5 colheres/sopa de açúcar demerara ou cristal
1 colher/sopa de margarina

preparando a massa:
pré-aqueça o forno a 180º c.
unte uma forma de buraco no meio com manteiga/margarina e açúcar demerara ou cristal.
no liquidificador, bata os ovos, o óleo e a laranja/metade com casca, metade sem casca - cuide para que esteja sem sementes, sem a fibra branca do meio, e na metade sem casca, sem o máximo da película branca, para não amargar.
enquanto isso, misture os secos numa travessa: o trigo, o fermento e o açúcar.
acrescente o conteúdo do liquidificador sobre os secos na vasilha, e misturar tudo com uma colher até formar uma massa lisa e homogênea - caso prefira, nada impede de usar a batedeira.
coloque a massa na fôrma untada com margarina e polvilhada com açúcar demerara ou cristal.
levar ao forno médio, pré-aquecido, por 30 minutos, ou até que o palito saia limpo.

preparando a cobertura:
levar todos os ingredientes ao fogo por tempo suficiente para que o açúcar desapareça e d~e uma engrossadinha - 10 minutos - mexendo sempre.
espere alguns minutos - 10' - e desenforme com cuidado, fure-o com um garfo e derrame a cobertura, sobre o bolo.

abracadabra et, voilà!!!

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

cachorro quente família ... assado

ingredientes do recheio:
1 1/2 kg de salsicha
2 ou 3 pimentões verdes
3 tomates
2 cebolas
1/2 lata de ervilhas com a água
1/2 lata de milho verde com a água
3 colheres/sopa de extrato de tomate
1/2 xícara/chá de molho pronto pedaçudo - eu uso o da quero
margarina ou manteiga
óleo de girassol
1 ou 2 xícaras/chá de caldo de legumes
muçarela ralada
batata palha e maionese - opcional
sal a gosto

ingredientes da massa:
500 g de farinha de trigo
200 ml de leite
1 pitada de sal
50 g de fermento de pão
1 dedo no copo de óleo de girassol - o de girassol é o que eu uso ... escolha o seu

preparando a massa:
pré-aqueça o forno em temperatura média - 180/200ºc.

diluir, completamente, o fermento no leite morno.
adicionar o óleo e o sal, juntar a farinha e amassar até que a massa fique boa de trabalhar, e desgrudando da mão.
deixe descansar por 40 minutos, mais ou menos.

preparando o recheio:
a massa fica descansando, enquanto cuidamos do recheio:
limpe e corte o pimentão, corte a cebola e o tomate em cubos pequenos ou à juliana.
numa panela, derreta, sem tostar/queimar, uma colher de sopa de margarina com uma colher de sopa de óleo.
doure a cebola junte o pimentão, o tomate e as salsichas cortadas em rodelas, acerte o sal, acrescente o caldo de legumes e deixe ferver. após levantar fervura, coloque o extrato de tomate, o molho pronto, o milho, a ervilha e deixe apurar/engrossar.

montando o hot dog:
divida a massa em duas partes.
abra uma parte e, com o auxílio do rolo de massa, cubra um tabuleiro/assadeira, deixando ir até a borda, dando uma viradinha pra fora.
coloque o recheio e a muçarela sobre a massa do tabuleiro/assadeira.
abra a segunda parte da massa e, com a ajuda do rolo de massa, deixe cobrir o recheio.
acerte as beiradas, una-as, cole uma na outra, a de baixo e a de cima.
misture duas gemas com um pouco de catchup e pincele a massa.
leve ao forno, para assar, por 25 minutos, mais ou menos.

na massa, depois de pincelar, se quiser, antes de levar ao forno, pode espalhar a batata palha, ou sirva separadamente junto com maionese.

abracadabra et, voilà!!!

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

bolo de cenoura com passas e chocolate

um bolo inexplicável!!!

ingredientes:
3 cenouras raladas
3 ovos
1 copo americano de farinha integral
1 copo americano de farinha de arroz
1 colher/café de sal
1 colher/sopa de fermento em pó
1/2 colher/sobremesa de bicarbonato de sódio
1 copo americano de açúcar mascavo
3/4 copo de óleo de girassol - lembrando que é o óleo de girassol comprado no mercado ... simples assim!!!
1 xícara/chá de uvas passas sem semente passadas no amido de milho, e retirado o excesso com o auxílio da peneira - reserve algumas para espalhar sobre a massa antes de ir ao forno
1/2 copo de amendoim triturado - ou compre sem ser triturado, e triture com o auxílio do rolo de massa - caso esteja salgado, lave, escorra, espalhe sobre uma assadeira, e leve ao forno pra secar ... cuidado!!! sempre vigiando!!! depois triture
1 barra de chocolate - com a maior porcentagem de cacau que encontrar - picado
canela e noz moscada a gosto

preparando:
pré-aqueça o forno a 180ºc ou equivalente - forno, mulher/homem, cada um sabe do seu.
unte uma forma/assadeira/refratário com margarina/manteiga e farinha de rosca de boa qualidade.
numa tigela, misture todos os ingredientes, mexa com uma colher por alguns minutos, ou até que esteja tudo bem misturado, juntado, agregado, harmonizado, ...
leve ao forno médio por aproximadamente 40 minutos, ou até que o palito saia sequinho.

abracadabra et, voilà!!!

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

bolinhos de ovos/muffins ... muito fáceis de fazer

tropecei nesta receita há um tempo, e pensei que poderia ser uma grande ideia pro lanche, ou uma rápida opção de café da manhã ... muffins também são uma opção excelente pra servir durante uma sessão de cinema caseira, ...

estes muffins salgados são fáceis de montar e são saudáveis.
vamos usar claras de ovo, e apenas uma parte das gemas e a casa vai ficar com um cheiro incrível.

ingredientes:
1 maço de cebolinha picada
2 cenouras médias raladas
1/2 abodrinha, média, ralada
1/2 pimentão vermelho picado
14 claras de ovo
4 ovos inteiros
1/2 colher de chá de manjericão
1, 2 ou 3 fatias de muçarela
sal e pimenta

preparando:
pré-aqueça o forno em temperatura quente - hoje resolvi não determinar quantos graus, já que todos nós sabemos sobre a máxima da culinária: de homem/mulher e forno, cada um sabe do seu.
unte formas para bolinhos/muffins ou empadas, com uma pequena quantidade de azeite de oliva.

combine os legumes em uma tigela grande.
encha cada forminha do muffin com a mistura dos legumes.
bata os ovos e os temperos em uma tigela grande.
com o auxílio de uma concha despeje os ovos batidos, lentamente, em cada lata muffin.
a mistura de ovos deverá preencher as forminhas por inteiro. cubra cada um com uma lasquinha de muçarela.

asse por 30 minutos, ou até os bolinhos terem crescido e estejam levemente dourados.

servir e acabar com tudo, ou manter na geladeira - por até 5 dias - pra comer a qualquer hora.

estes muffins suportam troca dos legumes, o acréscimo de outros, e a inclusão de algum cereal ou de outro ingrediente ... fica por conta da imaginação de cada um ... cozinhar é ousar!!!

abracadabra et, voilà!!!

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

rejuvenescedora sopa de abóbora tão festejada em halloween

bom mesmo, é inventar uma boa sopa!!!
melhor ainda se forem três sopas!!!

bouillabaisse, é um prato da cozinha francesa, e é uma sopa.
sua base é um caldo adornado com pão amanhecido, servido junto com peixe, ervas e legumes. sua origem é lá pras bandas do mediterrâneo. conta a lenda que teria sido levada pelos gregos.
na culinária judaica, deliciosa!!! as bolinhas de matzá são servidas em uma sopa de galinha, e fazem o gosto de adultos e crianças.

resta dizer que a sopa existe desde sempre. a descoberta do fogo, que esquenta a água, que aquece o estomago, foi o começo de tudo.
cremosa, líquida, grossa, aguada, pedaçuda, lisinha, de aveia, outros cereais, com macarrão, de pão, legumes, com arroz, feijão, de frango, de carne, de peixe, no prato, na cumbuca, na xícara, ... seja como/qual for, a sopa alimenta, desce sem esforço, é de fácil digestão, favorece o emagrecimento - o metabolismo agradece, já que ele age mais rápido quando nos alimentamos dela - e, como se não bastasse, facilita o trabalho da cozinheira ... na hora de lavar a louça.

por ora, a sopa é de outra casta, é de abóbora, é rejuvenescedora, e compreende, neste momento, neste mês, a um festejo tradicionalmente americano dos usa, mas que o brasileiro vem, aos poucos, e com a ajuda da comunicação via web/internet, adotando como seu ... são 3 receitas!!! cujos ingredientes periféricos podemos adaptar ao nosso gosto, ao tamanho da nossa família, ou ao número de començais ...

primeira receita:
ingredientes:
650 g de abóbora picada - moranga ou de pescoço
1 repolho pequeno passado no processador ou cortado bem miudinho
1 lata de creme de leite light
água o suficiente - 3 ou 3 1/2 l
3 tabletes de caldo de frango assado
2 colheres do meu tempero

cozinhe na panela de pressão, e nos 3 litros d´água, a abóbora, o tempero e os 3 tabletes de caldo. a abóbora, depois de cozida, bata no liquidificador ou no mixer, e junte a ela o repolho. deixe cozinhar por 20/30 minutos, aproximadamente, permita que engrosse, não muito, desligue o fogo, e acrescente o creme de leite.

segunda receita:
ingredientes:
300 g de abóbora em cubos - moranga ou de pescoço
700 ml de caldo de legumes
350 g cubos de maçã sem casca e sem semente
200 g de creme de leite
tomilho fresco ao seu gosto
1 colher/chá de gengibre fresco e ralado
2 colheres/chá de curry em pó
pra decorar:
1 maçã pequena fatiada ou ralada
creme de leite

preparando:
cozinhe a abóbora no caldo de legumes. após cerca de 10 minutos adicione a maçã em cubos, e cozinhe até que esteja macia. bata na própria panela com o auxílio do mixer, ou leve ao liquidificador.

misture o creme de leite, as folhas de tomilho, o gengibre e o curry em pó e acerte o sal. cozinhe por 10 minutos e, em seguida, despeje em tigelas de sopa.
decore com a maçã e sirva com uma colherada de creme por cima.

terceira receita:
ingredientes:
2 colheres/sopa de óleo de girassol - lembrando que este óleo é o mesmo encontrado nas prateleiras do mercado ... simples assim!!!
1 colher/sopa de curry em pó
1 colher/chá de gengibre em pó, ou fresco, e ralado
1 colher/chá de sementes de cominho
1/2 colher de chá de flocos de pimenta vermelha
4 dentes de alho amassados
3 1/2 xícaras de abóbora picada e cozida - moranga ou de pescoço
2 xícaras/chá de caldo de legumes
2 xícaras/chá de leite de coco
sal
coentro picado, para decorar, ou outra erva fresca da sua preferência, salsinha, por exemplo
azeite de oliva virgem pra regar

preparando:
cozinhe a ábobora no mínimo de água, usando vapor, até que esteja tenra e possa ser transformada em purê.
aqueça o óleo em uma panela e adicione o curry, o gengibre, o cominho e a pimenta vermelha em flocos.
mexa por alguns minutos, enquanto os temperos aquecem ​​e tornem o ar perfumado ...
não vá embora!!!
não saia de perto!!!
não se descuide!!!
eles podem queimar em um flash, e você vai ter que começar de novo.

adicione o alho e mexa por um momento. não deixe o alho dourar ... fazendo assim, o sabor vai, delicadamente, dominar a sopa.
despeje o caldo na mistura de especiarias, e mexa bem, fazendo soltar, da panela, qualquer coisa que possa ter aderido ao fundo.

coloque a abóbora no liquidificador e adicione o caldo. misture bem.
aqueça o leite de coco na mesma panela em que aqueceu os temperos e, em seguida, adicione a mistura de abóbora e caldo batida no liquidificador. acerte o sal e regue com o azeite.
sirva com uma pitada de coentro ou salsinha picada finamente.
o brilho do verde do coentro ou da salsinha, contra a tonalidade alaranjada da sopa, adiciona uma sutil idéia de fruto da terra.

abracadabra et, voilà!!!

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

pizza de polenta

hoje eu queria olhar para a pizza com um olhar diferente ... desta vez não quero uma pizza normal, novamente.

planejei uma pizza de polenta com muçarela de búfala, tomate e pesto de manjericão preparado com alho e amendoim. incomum, saborosa e gratificante, especialmente a preparação.

ingredientes:
preparado para polenta - polentina ou equivalente
caldo de legumes
3 tomates médios
uma receita de pesto de manjericão - se quiser use um pesto comprado pronto
3 maços de manjericão fresco, lavados, secos e separadas as folhas e flores
4 dentes de alho - caso vá fazer o seu próprio pesto
1/2 xícara de amendoim torrado - caso vá fazer o seu próprio pesto, e se o amendoim estiver salgado ... cuidado com o sal na receita
queijo parmesão ralado a gosto - caso vá preparar seu próprio pesto
350 g de muçarela de búfala, ou qualquer outra - pode ser em fatias ou ralada
sal e pimenta a gosto
azeite de oliva

preparando:
pré-aqueça o forno a 200º c, ou equivalente.
prepare uma receita de polenta com caldo de legumes.
forre uma assadeira com papel manteiga.
coloque a polenta pronta, ainda quente, sobre ele, e nivele com a ajuda de uma espátula ou colher grande formando uma camada bastante uniforme.
se quiser ou precisar, você pode endireitar as bordas ... um passo puramente estético, pra quem come com os olhos, e pro caso da polenta ser colocada numa assadeira maior.
então deixe a polenta esfriar um pouco, enquanto cuida dos outros ingredientes.

lave e seque os tomates, e corte-os em fatias médias, uniformes. corte a muçarela de búfala em fatias - ou utilize outra muçarela ralada ou fatiada.

prepare o pesto: bata no liquidificador, no processador, no pilão ou no mixer - 1 xícara/chá cheia de folhas de manjericão fresco; os dentes de alho; o amendoim torrado; 1/2 xícara/chá de azeite de oliva; o queijo parmesão ralado e sal a gosto.

espalhe o pesto sobre a polenta.
distribua sobre a camada de pesto, as fatias de tomate e a muçarela.
salpique com pimenta do reino, se quiser.
coloque pra assar durante cerca de 20/25 minutos, ou até que a muçarela esteja derretida e dourada no ponto do seu gosto.

pique grosseiramente as folhas do manjericão, espalhe sobre a pizza pronta e regue tudo com azeite.
sirva imediatamente.
bom saber que a polenta não deve ficar crocante, mas firme o suficiente para ser cortada.

abracadabra et, voilà!!!

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

massa caseira/spätzle com molho de legumes

esta receita é muito fácil, boa de preparar, surpreendente.

porém, antes de tudo, e como este blogg eu criei pra ser um tratado sobre comidinha e escritos saborosos, quero dar uma idéia do que significa a palavra spätzle, a versão gringa do nome desta massinha simpática e delicada.

by the way, spätzle/spätzli/chnöpfli/knöpfle/nokedli/galuska é um tipo de macarrão ou bolinho à base de ovos, de textura macia encontrada na culinária do sul da alemanha e da áustria, suíça, hungria, sul do tirol, e no leste da frança.

a origem fiel e verdadeira do nome spätzle não é conhecida com precisão.
por mim e pelo blogg, adotei uma versão bem simpática e convincente: ela diz que antes de existir o utensílio apropriado pros alemães fazerem a massa, uma espécie de peneira com furos grandes - e que continua não sendo de utilização obrigatória - eles moldavam pequenos pedaços de massa com a mão, que eram cozinhados em água fervente. seu formato era associado ao pássaro pardal, spatz, depois spätzle, pardalzinho. que seja!!!
então, a massa caseira, manual, é chamada spätzle, que quer dizer, literalmente, pardalzinho/pequeno pardal, no dialeto alemânico.

na alemanha, o späetzle é servido como um prato muito parecido com batatas ou arroz, e é muitas vezes acompanhado de um molho ... qualquer molho!!!
há versões da massa que podem ser manipuladas formando pequenos bolinhos redondinhos ou sem forma, e rolinhos. mas esta é uma outra receita, que vou deixar pra uma outra vez. aguardem!!!
os bolinhos späetzle podem ser cozidos e depois fritos num pouco de manteiga com cebola, e/ou alho porró, e/ou cebolinha verde, ... fundamental o uso da imaginação!!!

a versão da receita de hoje, é um massa mole que vai pra dentro da panela com água fervente, auxiliada por uma faca.
o alho selvagem/alho do urso é, originalmente, o ingrediente principal deste prato.
porém, ele não é encontrado com facilidade entre os vegetais com os quais estamos habituados.
foi então, que substituí pelo alho japonês/nira, picado, como se fosse o outro, misturado com algumas gotas de água e um bom toque de azeite de oliva, e bem esmagado com uma 'varinha mágica'/pilão ou mixer, e depois incorporado à massa.

o resultado, depois de tudo junto, massa e molho de legumes, muçarela ralada, nozes ou amendoim torrado e sem pele, tostado no azeite, é um prato muito bom, de massinhas verdes, compridinhas e delicadas.
o molho de legumes é preparado como uma espécie de receita mediterrânea, cheia de frescor.

ingredientes para o macarrão:
500 gramas de farinha de trigo
5 ovos
1 1/2 maços de alho japonês, limpo, lavado e picado
sal
fio de azeite
algumas gotas de água

ingredientes para o molho e guarnição:
200 g de amedoim torrado, sem pele, triturado

1/2 litro de caldo de legumes
2 cenouras, descascadas e cortadas em cubos pequenos
1 alho porró
1 abobrinha
um punhado de vagem macarrão - não tem fio
1 cebola grande, descascada e cortada em cubos pequenos 1 punhado de cebolinha, cortada 2 dentes de alho descascados e picados 1 maço de manjericão lavado, separadas as folhas, e as flores, se houver azeite de oliva
caldo de legumes
um pouco de mel ou glucose de milho
sal
pimenta
amido de milho para obter liga e cremosidade ao molho
500/600 g de muçarela ralada - pode ser outro queijo que derreta
azeite de oliva

preparando o macarrão: coloque água salgada pra ferver.

amasse com um pilão, ou bata com um mixer, as folhas do alho japonês, o azeite e algumas gotas de água. junte a farinha, os ovos, as folhas do alho amassadas e acerte o sal.
a massa não deve ficar muito grossa. deixe descansar por 10 minutos.
coloque um pouco da massa numa tábua e, com a ajuda de uma faca, deslize tiras da massa pra dentro da panela onde ferve a água.
cada macarrãozinho que vai flutuando, indicando que está cozido, deve ser recolhido, passado na água fria, com a ajuda de uma escumadeira, e levado, delicadamente, pra um local onde escorrerá o excesso de água - pode ser o escorredor de macarrão ou de arroz.
conforme vai escorrendo, cada pequena quantidade, deve ser colocada numa assadeira untada com leve camada de azeite, pra aguardar a sua utilização.
preparando o molho de legumes: dissolva o amido de milho em um pouco de caldo de legumes morno/frio. reserve.

em uma panela grande esquente o azeite de oliva, refogue os 2 dentes de alho, as cenouras, o alho porró, a abobrinha, a vagem macarrão, a cebola e a cebolinha. em seguida, despeje o caldo de legumes suficiente e, em fogo baixo, cozinhe os legumes até ficarem all dente.
acrescente a mistura de amido de milho e caldo de legumes reservada.
neste momento, adicione o manjericão picado.
acrescente um leve toque doce adicionando o mel/glucose de milho, tempere com pimenta, e acerte o sal. regue com um pouco de azeite.

em uma frigideira grande, toste as nozes/amendoim triturado, com um tiquinho de azeite.

dirija-se à assadeira onde está a massa, polvilhe com o amendoim/nozes tostadas e trituradas, espalhe a muçarela ralada, regue com azeite, e coloque no forno até derreter/dourar.
sirva cada porção sobre um tanto do molho de legumes, e algumas folhas de manjericão.

abracadabra et, voilà!!!

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

pão colorido

fantasia é a imagem que salta aos olhos, diante da visão deste pão que é uma alegria e uma delícia, principalmente em parceria com um molho apimentado ... você, eu não sei!!! eu gosto!!!

uma receita que permite jogar com as proporções dos ingredientes coloridos que você tenha na geladeira, permanecendo somente a base, ou seja, o fermento, o leite, os ovos, a farinha e o azeite de oliva.

ingredientes:
125 g farinha de trigo - pode ser integral
3 ovos
2 colheres/sopa de leite
2 colheres/sopa de azeite de oliva e um fio pra refogar os cogumelos e o alho porró
150 g peito de frango ou outra parte de sua preferência, refogado, cozido, ou a sobra de ontem
10 azeitonas pretas sem caroço
150 g muçarela cortada ou ralada
50 g de cogumelos paris, cortados em lâminas
1 alho porró pequeno cortado em rodelas
50 g de tomates secos
ou
2 tomates frescos, sem pele e sem semente
15 g fermento biológico
sal, pimenta
manjericão e coentro picadinhos

preparando:
pré-aqueça o forno em temperatura média - lembrando a dica do blogg sobre pré-aquecimento do forno: ligue na temperatura mais alta, deixe aquecer por 15/20 minutos, depois abaixe pra temperatura desejada.
unte com óleo e polvilhe com farinha, uma forma retangular, própria pra pão, descartável ou não, ou um refratário naquele formato, ou outra forma que vc tenha disponível, e que pode ser de buraco no meio. refogue os cogumelos, os tomates frescos - caso tenha optado por eles - e o alho porró em um fio de azeite, por 2/3 minutos - não salgue, pra não criar água.

dissolva o fermento no leite morno.
em uma tigela bata os ovos em ponto de espuma - use um fouêt ou 2 garfos juntos - misture o fermento dissolvido, acrescente o azeite e, em seguida, coloque os outros ingredientes cortados, acerte o sal, coloque a pimenta, o manjericão e o coentro picadinhos. misture com uma espátula e coloque a mistura na forma untada.

leve ao forno, e asse por cerca de 40 minutos.
pra saber se está no ponto, faça o teste com um palito, se sair limpo, o pão está pronto. deixe esfriar sobre uma grade e, em seguida, sirva.

divirta-se!

abracadabra et, voilà!!!

requeri/regina claudia

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

frango ao forno/crocante com parmesão e especiarias

a receita de frango perfeita servida em conjunto com uma salada de tomate e mussarela, adornada com manjericão.
ingredientes:
2 peitos de frango
1 xícara/chá de queijo parmesão ralado
1 colher/chá de orégano
1 colher/chá de páprica - picante e/ou doce
1 colher/chá de curry 1 colher/sopa de manteiga
2 colheres/sopa de azeite de oliva
sal e pimenta

dica do blogg: caso você tenha acesso ao alho frito, bem sequinho, comercializado por alguns mercados, e goste, acrescente à mistura de queijo e especiarias.

preparando:
pré-aqueça o forno em temperatura equivalente a 180/200ºc.
unte uma assadeira com manteiga.

derreta a manteiga e misture com o azeite.
combine as especiarias, e o queijo parmesão.

passe os peitos de frango na mistura de azeite e manteiga e depois na mistura de queijo parmesão e especiarias.
coloque-os em uma assadeira untada.
caso tenha sobrado alguma mistura de parmesão, espalhe sobre a carne. asse-os no forno pré-aquecido, até que estejam dourados/gratinados.

ao retirar do forno, deixar descansar por alguns minutos antes de cortá-los. se você cortar assim que sairem do forno, corre o risco de todo o suco correr para fora a carne.
aqui está o frango servido com salada de tomate, mussarela e manjericão. mas também se encaixa bem com salada verde ou legumes assados na manteiga.

divirta-se!

abracadabra et, voilà!!!

requeri/regina claudia

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

rabanadas de chocolate, com calda de morangos frescos

são de enlouquecer estas rabanadas de chocolate com calda de morangos frescos. enfim, realmente, não pode dar errado alguma receita que combine chocolate, e morangos.

ingredientes para a rabanada:
5 ovos grandes
1 xícaras/chá de leite
1 colher/sopa de açúcar
1 colher/chá de essência de amêndoas ou de essência de baunilha - a de amêndoas dá um sabor diferente
1/2 colher/chá de sal
3 colheres/sopa de manteiga sem sal
8 fatias de pão com, pelo menos, 1,5cm de espessura cada uma
150 g de chocolate meio amargo, ralado

ingredientes para a calda de morangos:
1 xícara de morangos frescos, sem os cabinhos verdes
3 colheres/sopa suco de suco de limão siciliano - use menos limão se não quer o sabor limão ... mas devo avisar que, a combinação de morango e limão é ... perfeita!!!
1/4 de xícara/chá de açúcar demerara
açúcar de confeiteiro ou demerara pra polvilhar - opcional

preparando as rabanadas:
em uma tigela larga/espaçosa, bata os ovos em ponto de espuma, depois acrescente o leite, o açúcar, a essência de amêndoa/baunilha e o sal. misture bem.
derreta a manteiga em uma frigideira antiaderente grande, em fogo médio/alto, sem deixar queimar.
deposite quatro fatias de pão na mistura do ovo, até embeber.
imediatamente coloque as quatro fatias sobre a manteiga derretida da panela.
polvilhe cada fatia com o chocolate ralado.
mergulhe os últimos quatro pedaços de pão na mistura do ovo, e coloque-os sobre o chocolate das fatias que estão na frigideira, montando um sanduiche.
pressione suavemente com uma espátula para ter certeza as fatias aderem umas às outras.
abaixe o fogo e deixe cozinhar em média cerca de 4 minutos de cada lado.
uma vez terminado, retire da panela.

preparando a calda de morangos:
em um liquidificador, bata os morangos, o suco de limão e o açúcar.
coloque um bocado da calda sobre cada rabanada.
salpique açúcar de confeiteiro sobre elas - isto é opcional.
decore cada rabanada com um morango - este pode ficar com o cabinho.

use a imaginação!!! invente!!! exagere!!! divirta-se!!!

abracadabra et, voilà!!!

domingo, 22 de setembro de 2013

arroz de forno com frango, cogumelos e uvas

arroz parboilizado aconchegado num refratário untado, escondido por frango temperado com curry, sal e pimenta moída na hora, coberto por cogumelos ​​e uvas, e um molho com creme de leite ... tudo levado ao forno!!!

o blogg explica: é imprescindível que seja o arroz parboilizado, por ele ser pré-cozido.
saiba que o arroz parboilizado possue os mesmos nutrientes do arroz integral e traz um brinde, cozinhar mais rápido.
seu nome deriva das palavras, partial e boiled que, juntas, formam uma terceira palavra, parboiled que quer dizer parcialmente fervido.

este é um prato realmente delicioso de arroz com frango, cogumelos e uvas, combinados em um único lote de bom gosto, e fácil de fazer.

eu escolhi usar pedaços desossados de frango, que serão cozidos, juntamente com o arroz, no caldo de frango alegremente derramado sobre tudo.

ingredientes:
8 pedaços de frango
curry
páprica picante
sal
pimenta moída na hora
250 g de cogumelos paris, frescos, cortados em fatias grossas - eles devem ser refogados na panela que dourou o frango, com alho e cebola
2 xícaras uvas verdes, sem sementes, cortadas ao meio
óleo e manteiga para dourar
2 1/2 xícaras de creme de leite
4 xícaras de caldo de frango/galinha/legumes
3 xícaras de arroz parboilizado

preparando: pré-aqueça o forno em temperatura quente, a 200ºc.
unte com manteiga e óleo, um refratário grande, que possa conter arroz, frango e caldo, e espalhe o arroz parboilizado, cru, em seu interior.

polvilhe os pedaços de frango com curry, páprica picante, coentro, sal e pimenta moída na hora, em toda a sua superfície, e doure o frango na manteiga e no óleo.
cubra o arroz do refratário com os pedaços de frango.

na mesma panela que dourou o frango doure as uvas, sempre mexendo, por 1 minuto. reserve.
doure os cogumelos na mesma panela que dourou frango e uvas, e deixe cozinharem por alguns 2/3 minutos, em sua própria água. reserve. na mesma panela misture o caldo de frango/galinha com o creme de leite. acerte o sal, e adicione a pimenta do reino.

espalhe os cogumelos sobre os pedaços de frango, depois as uvas, e despeje o molho de creme de leite sobre tudo.

se quiser, prepare e deixe na geladeira até o momento de levar ao forno.

leve ao forno para assar e gratinar, por 35/45 minutos, até que tudo esteja dourado.

abracadabra et, voilà!!!

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

lanche com torradas, queijo e legumes ... prático!!!

este lanche é feito coração de mãe, é alegria e festa, e serve quem estiver ao redor.

mas também é nutritivo, saboroso, muito prático e fácil de fazer.
as quantidades vão depender uma da outra: quantidade de pessoas, tamanho da assadeira, quantidade de legumes, de ovos e de creme de leite ... teste o seu olhômetro, ele será o seu melhor aliado.

ingredientes:
legumes e verduras - tudo o que tiver na sua geladeira: alho porró, cenoura e abobrinha, beringela é o que tinha na minha
azeite de oliva ou óleo de girassol - o óleo de girassol é aquele que tem no mercado
1 cebola ralada
3 dentes de alho esmagados
ou
3 colheres de sopa do meu tempero - receita aqui!!!
fatias de torrada integral - a quantidade vai depender do tamanho da assadeira e/ou da quantidade de pessoas
polpa de tomate ou molho pronto
ovos - eles vão acompanhar o tamanho da sua assadeira, a quantidade de fatias de pão, e a quantidade de legumes
creme de leite - pode ser o de caixinha ou o fresco e acompanhará a quantidade de ovos
queijo ralado ou esfarelado - qualquer um: gorgonzola, muçarela, provolone - usei muçarela
ervas e especiarias - pimenta, nós moscada, páprica, orégano, coentro, cebolinha, salsinha

preparando:
pré-aqueça o forno a 200ºc.
unte uma assadeira com azeite ou óleo de girassol.

corte os legumes em pedaços pequenos e refogue em uma panela no azeite/óleo de girassol com cebola/alho/meu tempero. acerte o sal.

com a ajuda de 2 garfos ou do fouêt, bata os ovos em ponto de espuma, e misture com o creme de leite, as ervas e as especiarias, e acerte o sal.

passe uma fina camada de manteiga ou margarina nas torradas de pão integral, e acomode-as na assadeira untada.
espalhe sobre elas a polpa de tomate ou molho pronto. espalhe os legumes refogados, e cubra com a mistura de ovo batido e de creme de leite. polvilhe com o queijo.
asse no forno até que o queijo esteja derretido e dourado.

abracadabra et, voilà!!!

terça-feira, 17 de setembro de 2013

gratinado com frango e vegetais

ingredientes:
legumes cozidos cortados miudinho - vagem, alho porro, cenoura, e outros da sua preferência - enriqueça, fazendo um rápido refogado com cebola, alho, azeite e os legumes picados ... uma salteada, apenas
1 pimentão vermelho, cru, picadinho - encaixe o pimentão no salteado dos legumes ...
1 maço de cebolinha picada
sobras de frango desfiado
100 g de manteiga
150 g de farinha
3 xícaras de caldo de legumes - se preferir, faça o seu, você mesmo, com as folhas de aipo, alho porró, maço de ervas frescas, cebola, alho, cenoura, vagem, tomate ... e utilize a cenoura, a vagem, o alho porró no gratinado
3 xícaras de leite integral
8 ovos
sal a gosto ... cuidado!!!
1 pimenta dedo de moça - cortada em rodelinhas, sem semente, e sem a nervurinha branca do seu interior - é opcional
mistura de farinha de rosca e queijo ralado pra untar e salpicar sobre tudo, antes de levar ao forno

preparando:
pré-aqueça o forno em temperatura média - é a velha história: de fogão/forno, homem/mulher, cada um sabe do seu.
unte um refratário com manteiga e a mistura de farinha de rosca e queijo ralado.

derreta a manteiga em uma panela e incorpore a farinha, sempre mexendo.
acrescente o caldo de legumes e o leite.
cozinhe esta massa por alguns minutos, mexendo constantemente, até engrossar.
retire a panela do fogo, deixe amornar.

enquanto isso, bata as claras em neve.

depois de morna a massa da panela, acrescente as gemas, mexa.
acrescente o frango desfiado, mexa.
acrescente os legumes e o pimentão, a pimenta dedo de moça, mexa.
por fim acrescente metade das claras em neve, mexa.
acerte os sal. mexa.
vire o restante das claras batidas em neve, mexa/misture devagar, delicadamente.

despeje a mistura no refratário untado.
salpique com a mistura de queijo ralado e farinha de rosca, e leve ao forno por, aproximadamente, 1 hora, até que o palito saia limpo.

divirta-se!!!

abracadabra et, voilà!!!
requeri/regina claudia

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

filé de frango gratinado com creme e repolho

o frango é indulgente comigo, e com a maioria das pessoas, acredito, pois se presta a pratos deliciosos da gastronomia culinária.

juntar frango com repolho pode não ser novidade, mas esta receita rápida, não se parece com qualquer outra que junte os dois elementos.

repolho com um pouco de cebola, um pouco de frango, o creme de leite e tudo assado depois, com um pouco de queijo por cima. parece uma receita fadada ao sucesso ... certo??? pois ela é mágica!!!

ingredientes:
2 colheres - sopa - de manteiga
1 cebola pequena
2 dentes de alho
1/2 couve lombarda/repolho
sal e pimenta a gosto
9 ou 10 filés de frango
1 xícara - chá - de caldo de legumes e/ou de frango - o ideal é preparar um caldo com legumes e frango, bem temperado, com ervas, salsão, etc, ... guardar na geladeira, e utilizar sempre que necessário 200 g de creme de leite leve - 1 caixinha
1 xícara - chá - de queijo parmesão ralado, ou muçarela ralada, ou gorgonzola esfarelado, ou a mistura deles - sugestão do blogg: compre um pouco de cada um dos três, ou de dois deles, e misture, é econômico e fica diferente

preparando:
pré-aqueça o forno a 200ºc.

pique a cebola e o alho finamente e corte repolho.
derreta a manteiga em uma caçarola, frite a cebola, o alho, coloque o repolho e refogue por 5/10 minutos. tempere com sal e pimenta, misture e coloque o repolho refogado em um refratário.

naquela mesma caçarola derreta a outra colher de sopa de manteiga, e cozinhe/doure o frango, lembrando de acertar o sal.
despeje sobre ele o creme de leite e o caldo deixe levantar fervura fervura, incorporando todo mundo, juntando os sabores.

coloque os filés de frango sobre o repolho, no refratário e despeje o creme por cima.
polvilhe com o queijo ralado e asse no forno durante aproximadamente, 15 minutos, ou até que o queijo derreta.

use a imaginação!!! invente!!! exagere!!! divirta-se!!!

abracadabra et, voilà!!!

requeri/regina claudia

domingo, 15 de setembro de 2013

fritada de batata doce

a batata doce tem nutrientes que auxiliam na formação dos ossos, regenera o sangue, dá saciedade, afasta a arteriosclerose, e a hipertensão.

ela é um dos alimentos mais antigos entre nós, e inspiradora de um travalíngua também antigo: o doce perguntou pro doce, qual é o doce mais doce, que o doce de batata doce!!! e foi cristóvão colombo, nas suas andanças mundo afora, quem a levou pra europa. de lá, pra chegar aqui, foi um tirico de espingarda.

ela é parecida com a batata comum, mas tem sabor adocicado e outra consistência.
100 gramas equivalem a 100 calorias, um pouco menos do que a batata normal.
o ideal é comê-la cozida e com casca, mas nada impede de ser protagonista de alguma receita, que vai deixá-la mais saborosa.
mesmo que ela vá ser consumida sem a casca, deve ser bem lavada, com esponja limpa, usada pra este fim, sabão de coco ou detergente neutro. cozinhe com casca e, se for preciso, retire depois dela cozida.

compro algumas batatas, cozinho, e deixo guardadas na geladeira, numa caixa plástica, descascadas. na hora da comilança, basta utilizar.
bem prático!!!

ingredientes:
3 colheres - sopa - cheias/gorduchas, de batata doce cozida, amassada
2 ovos
2 colheres - sopa - cheias de muçarela ralada
pimenta calabresa seca - opcional a gosto
1 sache de sazon de legumes/frango
1 colher - sopa - rasa do meu tempero - receita aqui!!!
sal a gosto
1 colher - café - de manteiga/margarina pra cozinhar/dourar
1 colher - sobremesa - de óleo de girassol pra cozinhar/dourar

preparando:
misture a batata amassada com os ovos, a muçarela, a pimenta, o sazon e o meu tempero, acerte o sal, misture bem.
unte com a manteiga/margarina ou óleo, a frigideira antiaderente, esquente, e despeje a mistura de batata. acerte a superfície com uma colher, fazendo ocupar todo o fundo da frigideira.
deixe em fogo baixo, tampe e fique controlando pra não queimar. dourando de um lado, vire, e deixe dourar do outro ... sempre atenta!!!

a receita é pra uma fritada pequena, caso queira maior, dobre os ingredientes.

sirva com qualquer salada.

use a imaginação!!! exagere!!! divirta-se!!!

abracadabra et, voilà!!!

requeri/regina claudia

sábado, 14 de setembro de 2013

bolo de morango

este bolo se basta ... fala por si.

depois de pronto, as fatias vão se revesando servidas no prato, e vão seguindo uma após a outra ... e outra ... até que se veja o fim!!!

ingredientes:
2 1/2 xícaras - chá - de farinha de trigo integral
1 colher - sopa - de fermento em pó
1/2 xícara - chá - de açúcar demerara para a massa
noz moscada ralada na hora ou algumas gotas de essência de bauninlha
2 ovos
1 xícara - chá - de buttermilk/leitelho - receita abaixo
4 colheres - sopa - de manteiga derretida que não deve ser utilizada quente
1 colher - chá - de raspas de limão siciliano
2 xícaras - chá - de morangos frescos picados - qualquer fruta que substitua o morango deve ser fresca
2 1/2 colheres - sopa - de açúcar demerara pra polvilhar

buttermilk ou leitelho: no brasil ele é conhecido como leitelho, ou seja, o soro do leite coalhado.
não é fácil de ser encontrado pra comprar mas existe uma receita. o buttermilk dá uma textura especial à receita.
é rápido ... mãos à obra: para uma xícara de buttermilk/leitelho, coloque 1 colher/sopa de suco de limão numa vasilha pequena e acrescente 1 xícara de leite. deixe descansar por 10 minutos. o leite vai talhar, mas este é o objetivo. estando pronto, agite bem e pode utilizar. sempre que o leite coalhado/buttermilk/leitelho é chamado para uma receita, ela recebe um leve sabor picante. o byttermilk/leitelho é recomendado nas panquecas, waffles, tortas, bolos, purê de batatas, molhos pra saladas e biscoitos.

preparando:
unte com manteiga e farinha de trigo integral, uma forma grande.
pré-aqueça o forno em temperatura alta/200ºc.

numa vasilha misture os secos: a farinha, o fermento, o açúcar e algumas pitadas de noz moscada ralada, se quiser.

com a batedeira bata os ovos até que fiquem claros e em ponto de espuma.
junte o buttermilk, a manteiga derretida e as raspas de limão, e bata bem.

importante: com a batedeira desligada junte os secos, mexendo devagar, com uma colher, para agregar cada ingrediente, cuidadosamente, lentamente. se não for assim a massa fica endurecida.
coloque a mistura na forma preparada, e distribua a massa pelo refratário, com a ajuda de uma espátula ou colher grande.

acomode os morangos sobre a massa, e salpique com as 2 1/2 colheres/sopa de açúcar demerara, que vai formar um crunch açucarado indescritível.
asse por uns 25 minutos.
sirva com creme de leite.

use a imaginação!!! invente!!! exagere!!! divirta-se!!!

abracadabra et, voilà!!!

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

pão de grãos sem farinha ... simplesmente fácil!!!

eu acho que uma das razões para este pão ter se transformado num querido é porque ele é tão super fácil de fazer.

pré-aqueça o forno a 180ºc.
unte uma forma ou refratário retangular, próprio pra pão, ou não, - existem as formas descartáveis no mercado.

numa tigela coloque os seguintes ingredientes:
6 ovos batidos em ponto de espuma - como na imagem abaixo
600 g de sementes, grãos e nozes
100 gramas de farinha de amêndoa ou amendoim - bata as amêndoas no liquidificador
2 colheres - chá - de sal grosso
1 xícara - chá - de óleo de girassol
sugestão de sementes, grãos e nozes: linhaça, sementes de gergelim, amendoim, sementes de girassol, sementes de abóbora, amêndoas, castanha de caju, castanha do pará/brasil, macadâmia, avelã, nozes.

piteco do blogg: sementes, grãos e nozes podem ser substituídas por uva-passa, ameixa seca, damasco seco, frutas cristalizadas ... invente!!!
só não dispense as 100 g da amêndoa moída ou do amendoim moído.

mexa/misture bem, e despeje na forma untada.

coloque no forno por 1 hora. quando estiver pronto, retire do forno, e deixe esfriar.

ele está pronto!!!

para brindar as fatias deliciosas vale qualquer complemento, e eu sugiro: tiras de frango, tomate, abacate, qualquer queijo, ... tudo terá um sabor celestial.


crie!!! invente!!! divirta-se!!! pois, cozinhar é o maior barato!!!

abracadabra et, voilà!!!
requeri/regina claudia

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

pão de milho com queijo

não existem muitas iguarias, mais saborosas do que um pão de milho acabado de sair do forno.
e aqui está a minha versão, que é bastante fácil.

não requer espera pra crescer, ou habilidade pra amassar - todos os ingredientes são misturados, mexidos ao mesmo tempo, juntos, despejados em uma assadeira, que é rapidamente levada ao forno ...
simples assim!!!

ingredientes:
250 g de farinha de trigo - integral ou não
180 g de farinha de milho amarela
100 g de farinha de milho amarela moída, ou de semola de milho
2 colher - chá - de fermento em pó
1 colher - chá - sal
1 colher - chá - açúcar
120 g de manteiga derretida
4 xícaras - chá - de leite
4 ovos batidos em ponto de espuma
200 g de queijo ralado - cheddar, muçarela, ou um outro queijo firme
200 gramas de milho - fresco ou de lata/sem a água
1 pimenta vermelha, sem as semente e sem a nervurinha branca do interior, picada - opcional

preparando:
pré-aqueça o forno a 200ºc - sempre tendo como lema, os dizeres: de homem/mulher e forno, cada um/uma sabe do seu/sua.
forre uma forma redonda - 22 cm de diâmetro - com papel manteiga.
misture as farinha e o fermento em pó, o açúcar e o sal. em seguida, junte e misture a manteiga derretida, o leite e os ovos batidos.
adicionar todo o milho, e a maior parte do queijo ralado/reservar um punhado para mais tarde.
se você optar pela pimenta, adicione agora.
despeje a massa na forma forrada e leve ao forno pré-aquecido por, aproximadamente, 50 minutos.
10 minutos antes do pão estar pronto, retire do forno e espalhe sobre ele, o último punhado de queijo ralado.

o pão de milho deve ser servido quente e receber, como acessório, um ensopado de carne, um picadinho, um molho à bolognesa, ... ou, apenas como ele está, com um pouco de manteiga.
ele também pode ser assado em forminhas, então eu diria, que é necessário reduzir pela metade a quantidade dos ingredientes, exceto o fermento em pó.
muffins de milho vão assar em menos tempo - 20 minutos, a 220ºc.

abracadabra et, voilà!!!
requeri/regina claudia

sábado, 7 de setembro de 2013

almondegas ao molho de azeitonas e cogumelos

originalmente árabe, este prato é conhecido como tajine ... o meu tajine d’olives a la viande hachée et champignon, ao pé da letra, resulta em tajine de azeitonas carne picada/moída e cogumelos ...

não sei dizer se em brasileiro tajine é masculino ou feminino mas, como aprendi este prato na frança, e em francês é, o tajine, pra mim ficou assim ... o tajine - é a sorte por ter ficado hospedada dans la maison de nativos franceses, e ter acesso à cozinha, às panelas, ao fogão.

tajine também é o nome da panela especial, de barro, em que é cozido o tajine.
a panela é feita de uma argila pesada, que pode ou não ser pintada.
ela tem duas partes: a base, que é plana e circular, e um grande cone que serve como tampa, e fica sobre a base durante a cozedura.
seu formato foi projetado para promover o retorno de todo o vapor para o interior da panela, fazendo com que o guizado cozinhe lentamente, sendo assim, uma quantidade mínima de água é necessária para cozinhar carnes e legumes.
costumo usar uma panela semelhante, de barro com tampa cônica, mas não é obrigatório que seja assim.

o tagine é um ensopado de carne, que pode ser de frango, peixe, cordeiro, e algumas vezes também inclui legumes ou frutas. versões vegetarianas deste ensopado são ótimas. portanto, se alguém preferir assim, pode substituir a carne por beringela, abóbora, batata, cenoura, etc ...

por outro lado, na tunísia, tajine é uma fritada de ovos, muito parecida com a italiana.

ingredientes:
para as almôndegas:

350 g de carne de frango moída
2 fatias de pão integral
1/4 de xícara - chá - de caldo de legumes ou de frango
salsa picada
1 dente de alho
sal, pimenta do reino, cominho a gosto 1 colher - sobremesa - de gengibre

ingredientes:
para o molho:

1 cebola ralada
300 g de cogumelos paris, frescos, cortados em fatias
300 g de azeitonas verdes sem caroço
salsa picada
1 copo de caldo de legumes ou de frango
sal, pimenta do reino a gosto
açafrão a gosto pra colorir
1 colher - sopa - de amido de milho
limão siciliano
óleo de girassol ou azeite de oliva

preparando as almôndegas:
em uma tigela, coloque as fatias de pão no caldo e deixe de molho, um pouco.
em outra tigela, misture a carne moída, o açafrão, o gengibre, a pimenta do reino, o cominho, a salsa picada e, em seguida, adicione o pão.
faça as almôndegas e doure em um pouco de óleo, numa panela antiaderente, só para dar às almôndegas uma cor levemente dourada.

ponha as azeitonas na água, com duas fatias de limão, para diminuir a quantidade de sal. este procedimento, com o limão, vai ajudar a manter as azeitonas verdes.
trocar a água, e deixar ferver novamente.

em uma panela frite a cebola ralada em um pouco de óleo, sem deixar queimar, adicione os cogumelos cortados em fatias, e refogue por 5 minutos.
sobre eles adicione as almôndegas, as azeitonas, e o copo de caldo.
deixe ferver, adicione as especiarias, acerte o sal.

colocar numa vasilha uma pequena quantidade de molho, acrescentar o caldo de meio limão siciliano, diluir o amido, e devolver ao molho.
mexendo com cuidado, deixe o molho engrossar um pouco e retire do fogo.

apresentar o prato decorado e enriquecido com a salsa picada e as rodelas de limão siciliano.

abracadabra et, voilà!!!
requeri/regina claudia

bolo de cenoura com avelã

estou sempre animada pra me jogar na cozinha, com alguma idéia inesperada.
desta vez, é um bolo engraçado, com cenouras, de resultado curioso.
a cenoura ralada na tigela, faz parecer que não há novidade mas, finalmente, depois de pronto, o ultrassuave sabor há de surpreender.

ingredientes:
250 g de cenoura finamente ralada
50 g farinha
1 colher - chá - de fermento em pó
2 ovos
60 g de avelãs moídas
70 g de amêndoas moídas

obs.: a avelã dá uma sabor especial, mas se não tiver jeito, amêndoas e avelãs podem ser substituídas por outras frutas semelhantes: amendoim, castanha de caju, por exemplo

70 g açúcar demerara
30 g de açúcar mascavo
25 ml de óleo
1 pitada de sal
1 pitada de canela

preparando:
unte uma forma com manteiga ou margarina e polvilhe com o açúcar mascavo.
pré-aqueça o forno em temperatura baixa - a 180°c - não esquecendo que de mulher/homem e forno, cada uma/um sabe do seu.

bata os ovos e o açúcar demerara.
adicione a farinha, o fermento em pó, as avelãs e amendoas moídas, o sal.
misture e adicione o óleo, a canela e as cenouras raladas.

asse por 40 minutos, verificando o cozimento com um palito de madeira.
deixe esfriar na forma.

abracadabra et, voilà!!!
requeri/regina claudia

penne gratinado

prato delicioso, massa com creme ...

ingredientes:
500 gramas de macarrão penne
250 g de queijo gruyère, cortado em cubos
250 g de muçarela ralada
250 g de gorgonzola esfarelado
250 gramas de bacon, cortado em cubinhos
1/2 pimentão vermelho, cortado em cubos
1/2 pimentão verde, cortado em cubos
50g de queijo parmesão ralado
2 colheres - sopa - de azeite de oliva
1 lata de creme de leite

preparando:
em uma panela cozinhe a massa ao dente, escorra bem, coloque num refratário, envolva/misture com o azeite de oliva e o queijo parmesão. reserve.

doure o bacon, escorra em papel absorvente e despreze a gordura da panela.
na mesma panela salteie os cubos de pimentão.

misture o queijo gruyère, a muçarela, o gorgonzola, o creme de leite, o bacon, os cubos de pimentão.

despeje a mistura sobre o macarrão e leve ao forno a 200ºc, por 30 minutos até que o queijo derreta e forma leve crosta.

divirta-se!!! porque cozinhar ... é o maior barato!!!

abracadabra et, voilà!!!

requeri/regina claudia

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

gratinado de couscous/cuscuz marroquino com beringela

para o preparo do couscous/cuscuz é bom começar comprando o grão - pode ser qualquer marca, e é possível encontrar no mercado.

o que é o couscous/cuscuz???
é uma semente do norte de áfrica, e é o prato nacional em vários países - tunísia, líbia, argélia, marrocos - e tem suas raízes entre os bérberes/etiópia.

os mais antigos vestígios de couscous foram encontrados na argélia/cabília/região montanhosa. estritamente falando, o couscous/cuscuz é a semente obtida dos grãos de sêmola de trigo duro.

qual é a etimologia da palavra "couscous"???
dizem, vem do idioma bérbere, o "k'seksu", e se refere, tanto ao trigo duro, quanto a um prato popular, cujo ingrediente principal é a semente do couscous.

a preparação do couscous/cuscuz, tradicionalmente, é feita em panela de barro, própria.

o couscous/cuscuz é uma tradição na argélia e no norte africano: casamento, circuncisão, e morte ... ele representa união. é um elo que fortalece a amizade e as alianças familiares e significa hospitalidade, generosidade, e se refere ao princípio fundamental de toda a comunidade humana, a solidariedade.

ingredientes:
200 g de couscous/cuscuz marroquino
600 ml de caldo de legumes
2 berinjelas
3 tomates
150 g de ricota ou gorgonzola esfarelado
4 ovos
80 g de muçarela ou queijo parmesão ralado
200 ml de creme de leite - 1 caixinha
2 cebolas picadas
2 dentes de alho amassados
azeite
manjericão picadinho - corte com uma tesoura
sal a gosto
pimenta moída na hora, a gosto - a não ser que você conheça a procedência da pimenta moída que você comprou, moer na hora garante a qualidade e a autenticidade do produto que, é sabido, sofre nas mãos dos falsificadores

preparando:
pré-aqueça o forno, em temperatura quente - 200ºc - sempre lembrando que de mulher/homem/forno, cada qual sabe do seu.
unte uma assadeira/refratário com azeite de oliva ou óleo de girassol.

corte a berinjela em fatias e refogue no azeite de oliva, em uma frigideira, com alho e manjericão. reserve.

retire a pele, as sementes, corte os tomates em cubos, coloque numa travessa, e adicione, alho, manjericão, sal e pimenta. reserve.

aqueça o caldo de legumes.
em uma tigela, coloque o couscous/cuscuz, adicione uma colher de sopa de azeite de oliva, misture bem para revestir os grãos, cubra com o caldo de legumes aquecido, e deixe descansar por 5/10 minutos. solte os grãos com um garfo e adicione a cebola.
junte metade da berinjela, o tomate, e misture bem.
em uma tigela/jarra, misture o creme de leite, os ovos, a ricota/gorgonzola esfarelado, o manjericão, sal e pimenta, e despeje na tigela onde estão o couscous/cuscuz, a beringela e o tomate, e misture.
coloque a mistura na travessa untada, cubra com o que restou da beringela, polvilhe com queijo ralado. asse por 20 minutos, no forno pré-aquecido.
divirta-se!!! porque cozinhar ... é o maior barato!!!

abracadabra et, voilà!!!

requeri/regina claudia

terça-feira, 3 de setembro de 2013

salada de rúcula com molho de tangerina

ela é conhecida como laranja-mimosa, mandarina, fuxiqueira, poncã, laranja-cravo, mimosa, vergamota, clementina, bergamota, mexerica, tangor/kinsei - a mexerica resultado do cruzamento da laranja com a tangerina, por isto tangor, ou seja, tang/de tangerina + or/de orange/laranja em inglês, então, tangor.
este cruzamento teve origem no japão e, inicialmente/1972, produziram frutos muito ácidos mas, no decorrer dos anos, os produtores trataram de nos oferecer frutos mais doces, denominados tangor kinsei ... escolha a sua!!!

não há quase nada melhor do que a salada que combina frutas e queijo ... salgado, doce e azedinho.
nesta variante, certifique-se de que ficará melhor ainda, se tudo combinar com nozes caramelizadas, sem abrir mão de sutileza, bom gosto e economia.

ingredientes:
8 tangerinas - ou o nome que ela recebe na sua região/país
1 pitada de açúcar
sal
pimenta
2 colheres - sopa - de óleo de girassol
4 colheres - sopa - de azeite de oliva
1 colher de chá de mostarda de boa qualidade
100 g de rúcula
500 g de muçarela
100 g de nozes
1 colher - sopa - de açúcar demerara
1 pitada de canela
1 colher - sopa - de manteiga

preparando:
esprema o suco de 4 tangerinas e leve ao fogo pra ferver em uma panela pequena, até reduzir à metade. ao suco reduzido misture o óleo de girassol, o azeite e mostarda e adicione açúcar, sal e pimenta a gosto.

pique as nozes grosseiramente e ponha em uma frigideira em fogo médio. adicione o açúcar, a canela e a manteiga, e deixe no fogo mais ou menos 2 minutos, até caramelizar o açúcar. coloque num prato para esfriar.

lave a rúcula, corte a mussarela em pedaços médios, descasque e corte em fatias as 4 tangerinas restantes.

coloque numa travessa, a rúcula, as tangerinas, a muçarela cubra com o molho de tangerina e mostarda e polvilhe com as nozes. sirva imediatamente. esta porção serve 4 pessoas. se preferir monte 4 pratos.

saiba mais sobre a tangor

abracadabra et, voilà!!!

requeri/regina claudia

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

bolo de iogurte

ingredientes:
500 g de iogurte natural
500 g de farinha de trigo ou de arroz
200 g de açúcar demerara
125 g de manteiga derretida
4 ovos
2 colheres - chá - de fermento químico em pó
raspas da casca de um limão
para a cobertura, suco de 1 limão, adoçado

preparando:
pré-aqueça o forno a 180 graus - ligue no máximo, e depois de 15 ou 20 minutos mude pra 180 graus. unte uma forma de buraco no meio. com manteiga e farinha de rosca ou açúcar demerara.

com o auxílio de um fouêt, ou no liquidificador, comece batendo os ovos até criar uma espuminha, e misture todos os ingrediente, menos a farinha.
depois de bem batido, leve pra uma tigela e junte a farinha e o fermento, mexendo bem pra deixar uma massa lisa e homogênea.
despeje na forma untada e leve para assar, por 45 minutos ou até que o palito saia limpinho.

depois de assado, deixe esfriar um pouco, desenforme e, ainda quente, perfure todo o bolo com um palito de madeira e regue com o exuberante suco de limão adoçado.

divirta-se!!! cozinhar é o maior barato!!!

abracadabra et, voilà!!!

requeri/regina claudia

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

bolo de rigatoni ... rigatoni na vertical


ingredientes:
500 g de macarrão rigatoni grosso
1/2 kg de carne moída - peito de frango moído, sobrecoxa moída ou linguiça de frango sem a pele, ou a carne moída da sua preferência
400 g de tomate sem pele e sem sementes cortados em cubos
1 cebola grande
óleo
sal
pimenta do reino moída na hora
ervas frescas ou secas
canela
2 colher/sopa massa de tomate
azeite de oliva ou óleo de girassol
uma boa quantidade de muçarela ralada, e de queijo parmesão ralado - pode ser 350 g de cada

preparando: cozinhe o rigatoni, ao dente, regue com um pouco de azeite ou óleo de girassol, e misture com um pouco do queijo parmesão e da muçarela.
unte um refretário médio - 28 cm - com azeite ou óleo.
coloque a massa cozida na vertical, um ao lado do outro, em toda a sua superfície. reserve.

em uma panela coloque a carne moída, acrescente água e deixe cozinhar até secar a água e a carne começar a frita. junte a cebola, acrescente a massa de tomate, ervas do seu gosto - manjericão, coentro, orégano, etc - e refogue. acrescente os tomates, acerte o sal e deixe apurar.
despeje o molho, cuidadosamente, sobre a massa, ajeitando entre os furinhos do rigatoni, e cubra com bastante queijo ralado - muçarela e parmesão. asse até dourar.

dica do blogg: o molho pode ser o do seu jeito, com outra carne, com legumes, molho branco, com creme de leite, tudo misturado, ...

use a imaginação!!! invente!!! exagere!!! divirta-se!!!

abracadabra et, voilà!!!

terça-feira, 27 de agosto de 2013

macarrão com molho de queijo e cebola dourada

a refeição festiva, sem carne, daquelas que aproveitam o que existe no cenário de alimentação do lar, num dia de preguiça.
foi então que aconteceu este macarrão com queijos, e cebola dourada na manteiga ou margarina.
o gruyere e o gouda, unidos à cebola dourada e todos eles ao macarrão, são a certeza de uma receita muito saborosa.

esta quantidade alimenta 3/4 pessoas.

ingredientes:
225 g de queijo gruyere ou gouda, ou meio a meio, ou quaisquer outros disponíveis ou preferidos, lembrando que devem ser ralados ou esfarelados
225 g de macarrão de corte curto
1 cebola grande
2 colheres de sopa de azeite de oliva
200 g de creme de leite - 1 caixinha
75 ml de leite
1 colher - chá - de manteiga ou margarina de canola
1 dente de alho
1 xícara - chá - de cebolinha picada
sal a gosto
pimenta - calabresa seca ou do reino, em grãos, ralada na hora
preparando:
pré-aqueça o forno em temperatura média - 200ºc - sempre lembrando que, de forno e de homem/mulher, cada um sabe do seu.

rale os queijos.
cozinhe o macarrão, como de costume, 'al dente'.
misture a massa, ainda quente, com 75 g do queijo ralado. reserve.

corte as cebolas em rodelas finas, e doure no azeite, sem deixar queimar.

leve para ferver, em uma panela pequena, o creme de leite e 125 g do queijo ralado. mexa até que o queijo derreta, acerte o sal, e coloque a pimenta - lembre-se que queijos são salgados.

corte o dente de alho ao meio, esfregue-o numa caçarola e, em seguida, coloque a manteiga/margarina ali, pra derreter.
junte a massa à manteiga/margarina, e mexa, pra envolver o macarrão com a manteiga/margarina derretida.

leve o macarrão pra um refratário, cubra com o molho de queijo, e polvilhe com o queijo ralado restante.
espalhe as cebolas fritas sobre tudo.

leve ao forno pré-aquecido, e asse por 8 ou 10 minutos, pra derreter o queijo, e dar uma leve gratinada - não é pra criar uma crosta.
retire do forno e espalhe a cebolinha cortada.

use a imaginação!!! invente!!! exagere!!! divirta-se!!!

abracadabra et, voilà!!!

requeri/regina claudia

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

fritada de batatas com ovos

ingredientes:
5 batatas cortadas em rodelas
5 ovos
200 g de muçarela ralada
1 colher do meu tempero - receita aqui!!!
ervas frescas picadinhas - à sua escolha: manjericão, coentro, salsinha, ...
200 g de creme de leite - 1 caixinha
sal a gosto
1 colher - sopa - de margarina derretida
óleo de girassol
preparando:
corte as batatas em rodelas nem finas, nem grossas.
espalhe-as numa frigideira alta, coloque sal, regue com um pouco de óleo, coloque um fundo de água, tampe a frigideira e deixe as batatas cozinharem em fogo médio, até que seque a água e elas deem um fritadinha de leve - não mexa.

enquanto as batatas cozinham, e dourem levemente por baixo, quebre os ovos numa travessa, e bata até criar uma espuminha. acrescente a colher do meu tempero, misture as ervas picadinhas, a muçarela ralada, o creme de leite, a margarina derretida, acerte o sal. misture tudo muito bem.

assim que as rodelas de batatas estiverem do agrado, ou seja, cozidas e levemente douradas embaixo, despeje a mistura de ovos sobre elas, tampe a frigideira, sempre vigiando.

assim que o ovo endurecer na superfície incorpore a/o malabarista escondido em você e, com a ajuda de um prato grande ou de uma tampa de panela, também grande, tente virar a fritada, pra que o lado de cima fique embaixo, e possa ter a chance de dourar levemente ... feito isto ... bom apetite!!!

cozinhar é isto ... uma cena de alegria ... um grande barato!!!

use a imaginação!!! exagere!!! divirta-se!!!

abracadabra et, voilà!!!

requeri/regina claudia

domingo, 25 de agosto de 2013

bolo de legumes, sem farinha

ingredientes:
1/4 de repolho
1/2 couve-flor
3 cenouras
1 lata de milho verde
100g de vagens
3 colheres - sopa - de parmesão ralado ou provolone ralado
150/200 g de queijo gorgonzola esfarelado
4 claras em neve
4 gemas
1 colher - sopa - de manteiga ou margarina derretida - derreta sem fritar
sal, se necessário
salsinha picada ao seu gosto

preparando:
pré-aqueça o forno, em temperatura média.
unte uma forma alta com óleo de girassol e fubá.
cozinhe, separadamente, em água salgada: o repolho, a couve-flor, as cenouras e as vagens. depois dos legumes cozidos, corte em cubinhos pequenos. reserve.
em uma panela deixe ferver o milho até secar toda a água. reserve.
bata as claras em neve e, sempre batendo, junte as gemas, uma a uma.
desligue a batedeira e, mexendo, adicione a manteiga derretida, o queijo gorgonzola, o queijo parmesão ou provolone ralado, os legumes, um a um, o cheiro verde, e acerte o sal - neste ponto ... cuidado!!! pois, provolone, parmesão e gorgonzola têm sal.
coloque a mistura na forma untada.
leve ao forno, pré-aquecido, em banho maria, e deixe cozinhar até dourar - pra adiantar inicie o processo com água fervida, e vigie pra que ela não seque.
sirva com um suco feito com melancia e tomate, adoçado com açúcar demerara.

use a imaginação!!! exagere!!! divirta-se!!!

abracadabra et, voilà!!!

requeri/regina claudia

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

semifreddo de morango

semifreddo significa metade congelado.

é semelhante ao sorvete, mas com outra textura e mais fácil de fazer. e nada impede de ser apreciado com a mesma disposição que dedicamos ao sorvete.

pode ser congelado numa forma, simetricamente embrulhado em filme plástico, ser protagonista numa montagem com massa de bolo, ser distribuído aos bocados em remekins/remequins individuais ou, simplesmente, acomodado sem forma definida, em uma vasilha, pronto pra ser servido com a ajuda de uma colher ou pegador de sorvete.
e, lembre-se!!! de retirar do congelador e colocar na geladeira, um pouco antes de servir, se ele estiver em remekins ou tigelas, ficará mais molinho e facilitará no momento de servir.

ingredientes para o creme de ovos:
3 ovos
2 gemas - e a quem perguntar sobre as claras: vamos fazer suspiros pra utilizar mais tarde
1 colher - chá - de essência de baunilha - quem não gostar, use outra da sua preferência
1 xícara - chá - de açúcar

ingredientes para o chantilly:
500 ml de creme de leite fresco e bem bem bem bem ... gelado

ingredientes para o purê de morangos:
600 g de morangos
2 colheres - sopa - de açúcar

preparando o creme:
coloque numa vasilha grande os ovos, as gemas, o açúcar e a baunilha. no fogão, prepare uma panela media, com cerca de três dedos de água dentro, e ponha a vasilha com os ovos sobre ela. a vasilha com os ovos deve ficar apoiada nas bordas da panela, sem tocar a água.
ligue o fogo médio. com uma batedeira elétrica manual, bata o creme ininterruptamente, por 6/8 minutos, até ele crescer e formar uma massa esbranquiçada.

retire a vasilha do banho-maria e continue batendo até que o creme esteja em temperatura ambiente - 7 minutos, mais ou menos. reserve.

em outra vasilha bata o creme de leite fresco que deve estar bem gelado pra que vire chantilly rapidamente. a batedeira iniciará seu trabalho na velocidade mais fraca, que irá aumentando, conforme o creme vai engrossando.

ele estará pronto quando alcançar o ponto de picos moles: quando uma receita pede para bater suspiro ou creme, em picos moles, é o ponto em que ao bater a parte traseira de uma colher sobre ele, ou levantando o batedor da batedeira - como na imagem - forma-se um pico, como aqueles na torta de limão, ou dos suspiros, então, é pra parar de bater tão logo a mistura forme picos que dão uma caidinha pro lado.
misture delicadamente o chantilly e o creme de ovos, despeje-o em um recipente com tampa, e leve ao congelador - no congelador o semifreddo deve ser guardado bem fechado.
é importante que o creme fique no congelador, antes de ser misturado à calda de morangos.

preparando a calda de morangos:
lave e limpe os morangos - lave, seque, e depois retire os cabinhos.
leve-os pro processador ou liquidificador, adicione as duas colheres de açúcar e processe até formar uma calda.

o creme que está no congelador deve estar na consistência ideal pra evitar que, misturado à calda de morangos, ela escoe pro fundo da vasilha, sem se deixar misturar ao creme. para ter certeza, teste, adicionando um pouco da calda de morangos ao creme do congelador. se a calda permanecer na superfície, está na hora de misturar/mesclar. cuidadosamente vá misturando/mesclando os dois, com a ajuda de um garfo grande de dois dentes, ou com a ajuda de uma faca fina, ambos posicionados em pé, retos, com movimentos circulares, e em forma de oito ... siga assim, mesclando calda de morangos e creme.

o semifreddo deve ser guardado no congelador, só sendo retirado um pouco antes de servir. logo após o preparo, o semifreddo deverá ficar no congelador por 6 horas.

sempre antes de servir retire do congelador e ponha na geladeira por, mais ou menos, 30 minutos minutos.
se quiser, sirva com suspiros feitos das claras deixadas de lado, lá no começo da receita. lembra-se delas???

use a imaginação!!! invente!!! exagere!!! divirta-se!!!

abracadabra et, voilà!!!

requeri/regina claudia

terça-feira, 20 de agosto de 2013

torta de carne seca e creme de milho verde - massa de liquidificador

ingredientes do recheio de carne seca:
1 kg de carne seca - saiba como dessalgar/desfiar carne seca rapidamente
2 colheres - sopa - do meu tempero - a receita está aqui!!!
3 colheres de sopa de óleo de girassol
1 sache de sazon de bacon
1 xícara - chá - de salsa picada
4 tomates picados, sem pele e sem semente - substitua por tomates pelados em conserva, ou molho pronto pedaçudo
1 copinho de requeijão/220 g - de qualquer sabor

ingredientes do recheio de milho verde:
2 colheres - chá - de óleo de girassol
2 colheres - sopa - do meu tempero - a receita está aqui!!!
1 lata de milho verde com a água
250 ml de leite
1 envelope de creme de milho verde
1 caixinha de creme de leite

ingredientes da massa:
18 colheres - sopa - de farinha de trigo ou farinha de arroz - integral ou refinada
1 tablete de caldo de galinha ou outro de sua preferência
5 ovos
3/4 de xícara - chá - de óleo
3 xícaras de leite
150 g de queijo gorgonzola
2 colheres - sopa - do meu tempero - receita aqui!!!
1 1/2 colher - sopa - de fermento químico em pó

preparação e montagem:
pré-aqueça o forno, e unte a assadeira/pirex retangular/alta/grande - a lazanheira é ideal - com óleo. reserve.

prepare o recheio de milho verde:
bata no liquidificador a lata de milho com a água, o envelope de creme de milho verde, o leite. não lave o copo do liquidificador.
aqueça o óleo, acrescente o meu tempero, deixe dourar, abaixe o fogo, e junte os ingredientes batidos no liquidificador. deixe engrossar, acrescente o creme de leite. reserve.

prepare o recheio de carne seca:
o primeiro passo é dessalgar e desfiar a carne seca - saiba como, de maneira rápida e fácil, aqui!!!
numa panela, doure o meu tempero, coloque a carne seca preparada, refogue. acrescente o tomate picado sem pele e sem semente, misture bem, acrescente o sache de sazon de bacon, e meio litro de água. deixe ferver, deixe apurar/reduzir - 15/20 minutos, um pouco mais, um pouco menos, depende do fogão - acrescente o requeijão, e depois a salsa picada, e misture bem. desligue o fogo. reserve.

preparando a massa:
os ingredientes da massa devem ser batidos no mesmo copo do liquidificador não lavado, no qual foram batidos os ingredientes do recheio de milho. acrescente os ingredientes da massa alternadamente, começando pelos líquidos, e finalizando com o fermento.


tudo pronto, só resta acamar massa e recheios na ordem:
  1. metade da massa
  2. recheio de milho verde
  3. recheio de carne seca
  4. metade restante da massa

dica do blogg: já misturei ao recheio de carne seca, pronto, escarola refogada no alho e óleo. fica dos d'uses!!!

use a imaginação!!! exagere!!! divirta-se!!!

abracadabra et, voilà!!!

requeri/regina claudia